domingo, 2 de dezembro de 2012

Regras do Handebol de Areia




Regra 1 – A Quadra
1.1- A quadra de Jogo é um retângulo de 27m de comprimento e 12m de largura que compreende uma área de jogo e duas áreas de gol.
O solo da quadra de jogo deverá ser composto de uma camada de areia com uma profundidade de 40cm aproximadamente.

1.2- Os lados maiores da quadra de jogo são chamados de linhas laterais e os lados menores são de chamados de linha de fundo. A baliza de jogo se
encontra no meio da linha de fundo a 6m da linha da área de gol e possue uma largura de 03m e uma altura 2m interna, idêntica a da quadra. A linha
contida entre os postes da baliza é chamada de linha de gol. As linhas limítrofes são desenhadas na areia ou marcadas de uma outra
madeira (ver 1.4).

1.3- A área de gol é feita traçando uma linha paralela à linha de fundo a uma distância de 6m (ver 1.4).

1.4- A quadra de jogo tem um comprimento de 15m e uma largura de12m. Ela é limitada por uma fita de 08cm de largura feita de um material elástico. A metade (meio) da área de jogo deve ser marcada sobre as linhas laterais por uma linha de15cm de comprimento de uma cor diferente.

1.5- A área de segurança tem que ter 03m em toda a quadra.

1.6- A mesa e as cadeiras dos apontadores e cronometrantes ficarão a 03m da linha lateral.

1.7- A área de substituição fica na linha lateral.
Regra 2- A duração de jogo

2.1- O jogo se compõe de dois meio-tempos, onde os resultados serão contabilizados separadamente. Cada meio-tempo dura 10 (dez) minutos, separados por um intervalo de 05 (cinco) minutos.

2.2- O jogo inicia em cada meio-tempo pelo tiro de saída dado pelo goleiro (regra 10). Um sorteio determinará a equipe que inicia. A outra tem a escolha de campo de jogo; após o intervalo as equipes trocam a quadra e a área de substituição.

2.3- Cada equipe tem o direito de solicitar um Tempo Técnico (tempo morto) de um minuto em cada meio-tempo para orientação de sua equipe. (figs 14 e 15).

2.4- Nenhum dos dois tempos de jogo pode acabar empatado. No caso de igualdade no placar, no final de um meio-tempo, a decisão interposta de desempate será segundo o sistema da “morte súbita”, em que o primeiro gol será o decisivo um vencedor. Este sistema de desempate inicia com um tiro de árbitro (regra 15), no centro da quadra. O vencedor obterá um ponto (01 - 00), por ter vencido o set.

2.5- Quando a mesma equipe vence os dois meio-tempos, ela será a vencedora da partida pelo placar de 02 - 00.

2.6- Se a outra equipe vencer o segundo meio-tempo, isto significa que a partida está empatada com um ponto para cada uma equipe (01 - 01). Uma vez que sempre temos que determinar um vencedor, será utilizado, neste caso o sistema de “um jogador contra o goleiro”, para o desempate (regra 09).
Regra 3 - A Bola

3.1- O jogo será jogado com uma bola de borracha redonda e não escorregadia. Seu peso é de 360g e seu diâmetro de 17,5cm para os homens e de 290g e 16,5cm diâmetro para as mulheres. Para as crianças podem utilizar em jogo uma bola de menores dimensões.

3.2- Antes de cada jogo terão que ter disponíveis 03 (três) bolas regulamentares, de acordo com estas regras. A fim evitar, tanto quanto possível, as interrupções do jogo, o árbitro pode colocar em jogo, a qualquer momento, uma bola reserva.
Regra 4 – Os Jogadores
4.1- Uma equipe é sempre composta de 08 jogadores no máximo. Ao iniciar a partida é necessário que, o mínimo 06 jogadores estejam presentes. Se o número de jogadores de uma equipe cair abaixo de 04, é conveniente que a partida seja interrompida. Esta equipe será considerada perdedora.

4.2- Quatro jogadores no máximo, (03 jogadores de campo e 01 goleiro) podem se encontrar simultaneamente na quadra de jogo. Os outros jogadores são os substitutos (reservas) e que devem permanecer atrás da linha de substituição (lateral) em sua metade da quadra de jogo. Eles devem ficar sempre sentados ou abaixados.

4.3 - Em caso de uma substituição irregular, a partida será interrompida, e terá sua continuidade através de um tiro livre (regra13) ou um tiro de 6m (regra 14) a favor do adversário, se o jogo tiver sido interrompido por este motivo. De outro modo a partida deverá ser reiniciada com o tiro correspondente a situação do jogo no momento da paralisação. O jogador faltoso deverá ser excluído temporariamente. (regra 17).

4.4- Todos os jogadores participam com os pés descalços, meia soquete ou bandagem esportiva. Se as duas equipes concordarem sobre o uso de qualquer forma de calçado, esta convenção será considerada como obrigatória para todos os jogadores. A proposta é colocada à apreciação dos árbitros para uma decisão final conforme regra 18.3 da IHF.
Regra 5 - O Goleiro

5.1- É permitido ao goleiro sair da área de gol, sem a bola e jogar na área de jogo com o restante da equipe.

5.2- Se um goleiro marcar um gol, enquanto como um jogador de campo, este gol tem mais valor (regra 9.1).

5.3- Após cada gol marcado, a partida tem continuidade através de um tiro de saída executado pelo goleiro a partir de sua própria área de gol (regra 10).

5.4- Se o goleiro marcar um gol “direto” de sua área na situação de “um jogador contra o goleiro”, ele tem a bonificação de um ponto.
Regra 6- A Área de Gol

6.1- Uma bola rolando ou parada no solo poderá ser jogada livremente, mesmo estando em contato com o solo na área de gol. Entretanto, neste caso, o jogador de campo não pode entrar na área de gol (tiro livre), para pegá-la.
Regra 7 - O Manejo da Bola

7.1- A todos os jogadores é permitido jogar-se sobre a bola, parada ou rolando no solo.

7.2- A bola não pode permanecer no solo mais de 3 segundos a ser apanhada pelo mesmo jogador que a tocou por último (tiro livre).
Regra 8- A Conduta Para Com O Adversário

8.1- Com esta proposta, a regra 08 da IHF continua aplicada sem modificações. Entretanto, as sanções pessoais aplicadas contra os jogadores, somente resultarão em uma redução da equipe defensora. A continuidade da partida não é afetada, entretanto:

8.2- Os jogadores excluídos, desqualificados ou expulsos serão substituídos logo que sua equipe tomar a posse de bola.
Regra 9- O Gol

9.1- Um gol é marcado logo que a bola tenha ultrapassado completamente a linha de gol. Todo gol marcado em suspensão (recepção e arremesso sem contato do jogador com o solo) conta dobrado (2 pontos). Se o goleiro marca um gol, enquanto como jogador de campo (fora da área de gol), este gol é considerado como um gol adicional (um ponto a mais).
COMENTÀRIOS:CONTAGEM DE GOL, NO CAMPO DE JOGO:
01 ponto: se o gol for de um arremesso normal de campo ou do goleiro de dentro desua área, plantando ou saltando;
Ponto adicional é concedido quando:

? Gol feito de um arremesso aéreo (recepção e arremesso no mesmo salto);
? Gol feito pelo goleiro na área de jogo;
? Gol feito durante o desempate de “um jogador contra o goleiro”;
? Será considerado gol para o adversário de o jogador lançar a bola para o seu próprio gol.

Não é permitido ao mesmo jogador, lançar a bola ao alto, saltar, pegá-la no alto e arremessar.
Os tiros de 6m (pênaltis) têm o valor de 01 ponto, mesmo executados pelo goleiro, exceção apenas do tiro de 6m quando na disputa de “um jogador contra o goleiro” que tem o valor de 02 pontos.

9.2- Se as duas equipes são, cada uma vencedora de um meio-tempo (1-1), passamos, neste caso, ao sistema de desempate de “um jogador contra o goleiro". Será feito um sorteio para determinar a escolha do campo e qual equipe dará equipe ao desempate. Cada equipe designará para este desempate, 05 (cinco) jogadores que efetuarão os arremessos ao gol em alternativa ao adversário. Se o goleiro é designado com um dos arremessadores, ele será um jogador de campo o substituíra na sua posição de goleiro. A vencedora é a equipe que marcar mais gols após os cinco arremessos. Neste sistema “um jogador contra o goleiro”, os dois goleiros se encontram sobre a linha de gol respectiva. A equipe que, no sorteio, escolheu a bola, inicia a primeira série de arremesso posicionando um de seus jogadores em um dos ângulos do seu campo de defesa, formados pela interseção das linhas laterais com sua própria linha da área de gol. Após a autorização dada pelo silvo do apito do árbitro, ele passa a bola a seu goleiro e corre em direção ao gol adversário. Assim que a bola sair da mão do arremessador, os dois goleiros poderão se movimentar livremente. O goleiro de posse da bola deverá liberá-la, no máximo, em 03 (três) segundos, quer arremessando ao gol adversário, quer passando a bola ao seu companheiro em plena corrida. Este receberá a bola que não poderá, no seu percurso, tocar o solo antes de chegar a ele, e tentar marcar um gol dentro das respectivas
regras. O passe tem que ser direto para o jogador. A bola arremessada ao gol pelo jogador de campo pode tocar o solo. O goleiro que efetua o passe não poderá fazê-lo fora de sua área de gol. Se ele marca um gol por um tiro direto, sete gol vale o dobro, 02 (dois) pontos. O goleiro defensor pode a qualquer momento retornar sem a bola para sua área de gol.
Se as duas equipes empataram em um meio tempo, o desempate será por morte súbita, ou seja, o meio tempo terminará quando for marcado o primeiro gol, por qualquer uma das equipes.

9.3- No caso do goIeiro impedir uma infração às regras, o ataque adversário de registrar um gol, o árbitro decidirá por marcar um tiro de 6m. Se este arremesso levar a um gol, ele contará o dobro.

9.4- Se nenhum resultado foi decidido depois da primeira série de 5 arremessos,ele dará continuidade ao sistema, “um jogador contra o goleiro" e designará, novamente, 05 (cinco) jogadores que se encarregarão da Segunda série. Nesta série e, se necessário, em quaisquer outras subseqüentes, um resultado será definido quando uma equipe estiver vencendo por um gol após um arremesso feito por cada equipe.

9.5- Se o número de jogadores ficar abaixo de 05 (cinco) em uma série, nenhum jogador pode arremessar pela segunda vez. A equipe em questão terá como conseqüência menor possibilidade de arremesso.

9.6- Durante o sistema de “um jogador contra o goleiro”, todos os jogadores de quadra participantes, devem permanecer atrás do gol quando começar a primeira série. Os jogadores que fizerem seus arremessos devem se posicionar atrás do outro gol.
Regra 10- O Tiro De Saída

10.1- O início de cada meio tempo será com um tiro de árbitro no centro da quadra.

10.2- Depois de cada gol assinalado, o jogo tem continuidade através da devolução do goleiro a partir de sua própria área de gol. Os jogadores de campo se posicionar em qualquer lugar do campo de jogo.
Regra 11- O Tiro De Lateral
11.1- Durante a execução do tiro lateral, os jogadores adversários deverão se encontrar a pelo menos 1m do executante.

11.2- O tiro de lateral é executado no local onde a bola ultrapassar a linha lateral ou do ponto de cruzamento da linha da área do gol com a linha lateral... Se a bola ultrapassar a linha de fundo ou a linha da área de gol.
Regra 12- O Tiro De Meta

12.1- A regra 12 da IHF será aplicada analogicamente.

12.2- Durante a execução do tiro livre, os jogadores deverão se encontrar a pelo menos 1m do executante, porém, podem permanecer ao longo da área do gol.
Regra 13 – O Tiro Livre

13.1- No caso de uma violação de regra, a equipe adversária será recompensada com um tiro livre a seu favor (como na regra 13 da IHF).

13.2- Em princípio, o tiro livre deve ser cobrado no local onde a violação foi cometida.

13.3- Durante a execução do tiro livre, os jogadores da equipe atacante não podem se colocar a menos de um metro da linha da área de gol.

13.4- Quando a execução de um tiro livre, os jogadores da equipe adversária devem estar, pelo menos, a 1m de distância do jogador executor, porém,
podem estar próximos a linha de gol.
Regra 14- O Tiro De 6m

14.1- A regra 14 IHF aplica-se analogamente (como o tiro de 7m) inalterada.

14.2- Durante a execução do tiro de 6m, o executor não pode ultrapassar a linha da área de gol antes que a bola tenha saído da sua mão (tiro livre).

14.3- O goleiro e os outros jogadores da equipe adversária não podem aproximar a menos de 1m do executor (tiro livre).

14.4- Um gol feiro através de um tiro de um tiro de 6m é acrescido de 1 ponto suplementar.
Regra 15 - O Tiro De Árbitro

15.1- A regra 15 da IHF será aplicada sem modificações.

15.2- Todo início de meio tempo e de “morte súbita” é feito através de um tiro de árbitro.
Regra 16 – A Execução Dos Tiros

16.1- A regra 16 da IHF será aplicada sem modificações.

16.2- Todos os tiros podem ser cobrados diretamente para o gol, exceção do tiro de árbitro.
Regra 17- As Sanções

17.1- Se uma regra é violada ou um jogador pratica uma atitude antiesportivamente, que exige uma exclusão obrigatória, de acordo com a regra 17.3a e, o último parágrafo da regra 17.3, o jogador em questão é posto para fora (excluído), mas sem limite de tempo. Isto também se aplica a qualquer outra exclusão eventual.
Quando a equipe que defende, ganha aposse de bola, de acordo com as regras, o jogador excluído ou um substituto pode imediatamente reintegrar-se ao jogo. Esta situação pode acontecer tanto no decorrer do jogo, quanto como resultado de uma decisão dos árbitros para conceder um tiro.

17.2- No caso de uma desqualificação (regra 17.5 da IHF), ou expulsão (regra 17.7 da IHF), o jogador ou oficial faltoso não participa mais do restante da partida. Entretanto, o jogador em questão será substituído na quadra de jogo, se sua equipe estiver de posse da bola ou quando sua equipe ganhar a posse da mesma. Esta situação pode acontecer no jogo ou na situação de um tiro.
Como na regra 17.1 isto é uma sanção pessoal que não influencia no prosseguimento da partida que permanece normal.

17.3- A Segunda exclusão do mesmo jogador resulta na sua desqualificação. Conforme a exclusão, pode entrar outro na posse de bola de sua equipe.

17.4- A desqualificação “direta” por irregularidade “grosseira” ou por atitude antidesportiva grosseira assim como uma expulsão tem validade até o final do jogo, encaminhando em relatório para julgamento.
Regra 18 – Os Árbitros
18.1- A regra 18.1 da IHF será aplicada sem modificações.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário